Jornal “A Tribuna”, Vitória ES

Entrevista de nosso Diretor Comercial para o Jornal A Tribuna,sobre economia e investimentos.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Os melhores negócios para investir o dinheiro do FGTS

 

No estado, cerca de 616 mil pessoas têm direito a saques de contas inativas, o que dee fazer circular em torno de R$601 milhões.

O mar não está para peixe! O ditado popular repetido por muitas pessoas, principalmente nos dias atuais, quando se faz analogia da crise econômica que o País vem atravessando, com a dificuldade financeira enfrentada por parte da população, pode estar próximo de ganhar uma nova versão.

E isso se deve acontecer a partir do dia 10 de março, quando se inicia a liberação dos saques de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que segue até dia 31 de julho.

Somente no Espirito Santo, cerca de 616 mil pessoas terão direito a valores que somam uma quantia de R4601 milhões, segundo a Caixa Econômica Federal.

Muitas pessoas vão utilizar o dinheiro disponível nessas contas para investir no próprio negócio. E pensando nessa possibilidade, a reportagem de A Tribuna conversou com especialistas que indicaram os melhores negócios para investir.

Segundo o Diretor Executivo Comercial da Equipo Consultoria Luiz Godoy, “Este é um bom momento para empreender. Principalmente, porque apesar da crise que o País atravessa, ele acredita que a retomada do crescimento está próxima e que quem se preparar para isso vai conquistar o seu lugar no mercado”.

Ele destacou para empreender é importante conciliar conhecimento, gosto pelo que faz, com o que o mercado oferece. “ Há vários ramos possíveis para investir como o de alimentação, beleza e cuidado pessoal, limpeza e serviços. ”

Godoy salientou que uma boa opção para quem deseja empreender, mas não tem experiência é o mercado de franquia, que oferece uma estrutura e know-how para empreendedor.

O diretor presidente da Associação Brasileira de Franchising do Rio de Janeiro (ABF- Rio), Beto Filho, ressaltou que há oportunidade de negócios em toda a cadeia produtiva que vai desde serviço até o varejo. Ele disse que no caso da s franquias há opções para todos os gostos e bolsos.

“Para quem quer investir num negócio, o primeiro passo é buscar algo que proporcione satisfação, e fazer um estudo do negócio que deseja abrir. É preciso ser dinâmico, ter garra e determinação”, alertou.